sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Cigana carmencita

 
                   

  



















    C ores, flores, fitas, alegre festejar...
    I  ncensos e pedras espalhados, a harmonizar... 
   G rãos e sementes, frutas e pães, tempo de prosperar...
   A  dornos enfeitam, lenço e pandeiro, saia colorida  leve a rodar...
   N  asce com um grito,seu lema de liberdade,e sem medo de errar...
   A   música é bonita, a dança quente, bate palma vem linda a bailar...   

    C írculo de gente a pisar no chão, chuva de pétalas, rosa amarela...
    A cesa a fogueira, de chama viva a queimar, em tom alaranjado...
    R  odeada da natureza, que exala  beleza de essência esverdeada...
    M  ulher cigana,de aura dourada,contempla a infinitude do céu azul...
    E  strelas piscam seu brilho, a lua clareia a noite em branco e prata...
    N  essa alegria,festa de cores, flores que enfeita em tons violeta... 
    S  erena no olhar,firme no caminhar,o perfume  é cheiro de rosa...
    I  nspirada a falar de cuidados e prudência,vinho na taça vermelha...
    T em magia e grandeza, traz a força de seu povo destemido...
    A ocultar seus segredos, porém revelando destinos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário